10 Dias de Jejum e Oração por Portugal

Outubro 2, 2009

5. Ore pela LIDERANÇA EVANGÉLICA – 02/10/2009

Filed under: Missões — arodolpho @ 12:01 am

 Servos-Líderes:

A Chave da Grandeza Autêntica

 

“Ora, antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os seus, que estavam no mundo, amou-os até ao fim. … Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas, e que havia saído de Deus e ia para Deus, levantou-se da ceia, tirou os vestidos, e, tomando uma toalha, cingiu-se.  Depois, deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.  (João 13:1, 3-5)

 Por não conseguir superar a qualidade da reflexão do meu grande amigo e mentor, Dr. Glenn Watson deixo-vos este texto superior acerca da liderança serva.

 No clímax do seu ministério com os seus discípulos, num dos momentos finais, sabendo que esta seria a última oportunidade de marcar as vidas daqueles que iriam levar a Sua mensagem para a frente, Jesus podia ter optado por dar um discurso inspirativo—motivá-los a vencer, convencê-los que a vitória era mesmo alcançável.  Podia ter dado os últimos conselhos aos seguidores, uma lista de prioridades estratégicas para o futuro do movimento. Podia ter indicado um sucessor na liderança, ou pelo menos definido um processo de sucessão para que nunca houvesse uma questão acerca de quem é que devia ficar à frente dos outros. Mas nenhuma destas coisas Jesus fez. Despiu-se, ajoelhou-se, e lavou os pés dos seus discípulos. 

 O que mais me incomoda nesta cena é o contraste com o impulso normal dos seguidores de Jesus hoje em dia.  Esta lição tão profunda comunicada através de um acto tão simples, aponta para uma igreja que é, na sua essência e na sua prática, uma comunidade de servos, liderada por servos e orientada pelo Espírito de Deus.  Em todo o seu ensino sobre o assunto, Jesus só falou da liderança em termos do serviço, do sacrifício e até de morte. Hoje em dia, quando falamos de liderança, a tendência é para falarmos em termos de organogramas, da gestão de recursos, da definição de prioridades e objectivos, da motivação dos seguidores e da coordenação do trabalho. A questão mais urgente é, “quem é o responsável?” É dizer “quem é que manda?” E o que mais queremos evitar é um “vazio de poder,” uma falta de um “líder” reconhecido para “dirigir” a obra.  Embora tenhamos aprendido a conviver com o desafio da imagem de Jesus a lavar os pés aos discípulos, a capacidade de seguir mesmo o exemplo de Jesus, geralmente, ainda nos escapa.  Conciliamos o padrão de Jesus com a prática do nosso tempo e das nossas igrejas, considerando este acto de Jesus um símbolo, um paradoxo, um “ideal” a manter em mente, mas não muito prático na realidade.   Mas a pergunta que nos devia incomodar é, será que Jesus, nesta última noite com os seus discípulos, queria apenas dar-lhes uma imagem bonita de um ideal não alcançável?  E se Ele pretendesse mesmo que fôssemos servos?

 PP – www.10jop.wordpress.com

Acrescente a este dia de jejum e oração as realidades  próprias ou comunitárias relacionadas ao tema de hoje. Ainda, se for oportuno, deixe o seu comentário ou motivo especial/complementar de oração sobre o assunto na caixa de comentários. Obg.

7 comentários »

  1. Oro para que os líderes evangélicos portugueses sigam, de facto, o modelo de liderança de Jesus. Que sejam cheios do Espírito Santo, de humildade, de sabedoria e de amor…e que sejam UNIDOS!

    Comentar por MM — Outubro 2, 2009 @ 12:16 am | Responder

  2. A minha oração inclui a santidade e dedicação ao Senhor por parte dos nossos líderes, para que sejam exemplo aos liderados, para que sejam respeitados, que não abusem do poder, que não usem de manipulação. Que tenham visão de Deus e que conduzam e ensinem os crentes em amor para a expansão do Seu Reino. Que sejam livres do orgulho, das armadilhas do diabo, do amor ao dinheiro e das tentações sexuais. Que não busquem os interesses próprios, nem a fama. Que suas famílias sejam fortes e as primeiras a serem abençoadas pelos respectivos ministérios. Amém.

    Comentar por BF — Outubro 2, 2009 @ 1:04 am | Responder

  3. Oremos também pelo Mapi – Ministério de Apoio a Pastores e Igrejas, para que continue a ser uma benção, especialmente no Pastoreio de Pastores. Que cada pastor e líder possa deixar a solidão e encontrar neste espaço ou em actividades similares uma oportunidade de buscar apoio, de abrir o coração e de experimentar amizades profundas e o pastoreio mútuo.

    Comentar por arodolpho — Outubro 2, 2009 @ 1:09 am | Responder

  4. Oro nesta manhã por aqueles que o Senhor tem chamado para pastorear o rebanho de Deus. Oro pelos seminaristas que se preparam para prosseguir no ministério da liderança-serva! Senhor, dá-nos homens santos para conduzirem o Teu povo para Ti!
    PP

    Comentar por PPascoal — Outubro 2, 2009 @ 9:53 am | Responder

  5. Oro por transparência e autenticidade no ministério. Oro também para que os líderes e as suas famílias tenham as suas necessidades supridas, que sejam devidamente cuidados e que tenham uma vida simples porém digna.

    Comentar por A. Rodolpho — Outubro 2, 2009 @ 11:23 am | Responder

  6. Que a liderança tenha um só foco: a vontade de Deus!

    Comentar por Anónimo — Outubro 2, 2009 @ 5:34 pm | Responder

  7. Tenho escrito à muitos anos na minha Bíblia a seguinte frase: “Quem não serve para servir, não serve para viver”.

    Comentar por Anónimo — Outubro 2, 2009 @ 8:05 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: